Siga          
Início » Avaliação da Aprendizagem
Avaliação da Aprendizagem

› Processo Avaliativo


Este ciclo é composto de forma integradora e problematizadora no sentido de dar suporte à formação acadêmica com forte embasamento teórico-científico, integrado aos aspectos práticos que consolidam a formação do perfil profissional desejado; visando a ampliação, a revisão e a re-elaboração do percurso ensino-aprendizagem dos alunos e do trabalho docente, a partir de uma combinação apropriada entre a política curricular, o percurso avaliativo e a metodologia presentes no projeto pedagógico do curso.

Neste cenário, mister se faz a incorporação de parâmetros de avaliação do desempenho acadêmico que leva em conta a freqüência e o aproveitamento demonstrados nas diversas atividades programadas pelas disciplinas, ao longo do período letivo.

A freqüência às aulas é obrigatória, sendo vedado o abono de faltas. A tolerância de faltas, até 25%, respaldada na Lei de Diretrizes da Educação Nacional, vem assegurar o atendimento de eventuais enfermidades ou problemas no emprego, na família e outras situações que comprometem o comparecimento às atividades escolares.

O rendimento acadêmico do aluno resulta, não somente das notas obtidas nos instrumentos de avaliação escritos, orais e/ou práticos, mas, também, do acompanhamento contínuo de seu desempenho em todos os trabalhos acadêmicos, mediante critérios avaliativos definidos e construídos pelos docentes em seus Planos de Trabalho.

O processo avaliativo caracteriza-se pelos registros da aprendizagem efetivados a cada obtenção dos resultados, sendo obrigatório, pelo menos dois (02) registros semestrais, além do exame final. Considera-se aprovado em cada disciplina, o aluno que satisfaça ao requisito de freqüência de 75% e comprove eficiência nos trabalhos acadêmicos obtendo neles média semestral igual ou superior a 7,0 (sete).

Os alunos que alcançarem média semestral inferior a 7,0 (sete) e superior ou igual a 5,0 (cinco), na apuração da eficiência nos estudos, serão submetidos a exame final, em que obterão aprovação os que atingirem média final igual ou superior a 7,0 (sete), resultante da média aritmética entre a média semestral e a nota obtida no exame final. Será permitido novo exame final, em 2ª época, ao aluno que não satisfizer as exigências de aprovação referida.

O aluno aprovado em todas as disciplinas cursadas será promovido ao semestre seguinte, admitindo-se a promoção com dependência em até 02 (duas) disciplinas do período imediatamente anterior.

› Cálculo do rendimento acadêmico

 

MÉDIA SEMESTRAL
1) Cálculo da Média Semestral: MS = (RB1+RB2) / 2
Se MS ³ 7,0 (sete) Þ o aluno está APROVADO POR MÉDIA.
Se MS < 5,0 (cinco) Þ o aluno está REPROVADO.
Se 5,0 (cinco) £ MS < 7,0 (sete) Þ o aluno fará EXAME FINAL;
Legenda:
MS = Média Semestral;
RB1= Registro do 1º bimestre;
RB2= Registro do 2º bimestre;

EXAME FINAL
2) Cálculo da nota mínima necessária para aprovação: NMin = 14 – MS

3) Realização da avaliação correspondente ao Exame Final: NEF
Se NEF ³ NMin Þ o aluno está APROVADO.
Se NEF < NMin Þ será permitido NOVO EXAME FINAL, em 2ª ÉPOCA,          limitado a 2 (duas) disciplinas.

4) Realização da avaliação correspondente ao Novo Exame Final (2ª época): NNEF
Se NNEF ³ NMin Þ o aluno está APROVADO.
Se NNEF < NMin Þ o aluno está REPROVADO.
Legenda:
NMin =  Nota mínima necessária para aprovação no Exame Final
MS = Média Semestral;
NEF = Nota do Exame Final
NNEF = Nota Novo Exame Final (2ª Época)
› Honra ao mérito


O CESUPA concede diploma especial de “Láurea Acadêmica” e menção honrosa no ato da solenidade de formatura, como incentivo à produção intelectual, aos alunos que se destacarem durante todo o curso, conforme critérios estabelecidos no Regimento da Instituição.